sábado, 13 de março de 2010

Alvitrar ....


Ele me observa de uma forma tão arrebatadora , não restando espaços para pensamentos lógicos. Encaixa teus braços , entrelaçando-se no contorno das minhas costas.Tão forte , tão comprimido , me tomando o resto de ar dos pulmões , sendo um doce esmagamento. Sussurra aos meus ouvidos , versando meu nome em todas as primeiras palavras bonitas que a vierem espontâneamente a sua cabeça. Pega seu celular , põem a nós uma música que a partir daí seria minha , seria nossa. Sorri , fazendo com que eu possa vê os vincos de felicidade que o sulcam. Acho que vou ter um enfarto agudo muito em breve . Me encosto em seu peito , encontro ali meus sonhos , meus anseios , um cheiro inconfundível . Minhas mãos tremem e ansiosamente acompanha as batidas de meus pés. Ficaria ali até mudar de idade , os anos correrem. Mais ...
o dever me aclama. E eu vou , sem querer ir , mais indo.


Sensações lá do principio de 2009 , posso senti-las como se fosse ontem.

7 comentários:

  1. -

    Adorei teu blog =P
    Dar uma visitada no meu e ver se te agrada!
    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh ... amiga punk , nessa época eu estava mesmo , completamente.

    ResponderExcluir
  3. eu gosto dos teus textos, sinto-me impressionada a cada novo post.

    ResponderExcluir
  4. que que não faz a lembraça né?

    bom texto

    beijo

    ResponderExcluir
  5. aiii tu sempre traduzindo em palavras o que eu sinto...sério é tu e a fernanda young, que escrevem coisas que se eu escrevesse poderia até serem minhas. hehehehe adorei mesmo. Sempre que entro no blog dou uma passada por aqui, gosto muito, e sem rasgação de seda. hehehe
    beeeijos

    ResponderExcluir